Dicas para ter uma piscina perfeita

Se sempre teve o sonho de ter uma piscina, mas continua a pensar que não tem orçamento suficiente, nós conjuntamente com a Habitissimo vamos fazê-lo mudar de ideias. A verdade é que existem diversos tipos de piscinas e preços para todos os bolsos. Aliás, alguns modelos nem sequer implicam obras!

Pelo contrário, se já está mais do que decidido a ter uma piscina para se refrescar, este artigo também é para si.

Ainda vai a tempo de aproveitar este verão, por isso, veja as próximas dicas sobre como ter uma piscina perfeita e inspire-se.

Escolha o tipo de piscina ideal

Este é um dos primeiros passos. Tendo em conta as características da sua casa e o orçamento disponível, pense que tipo de piscina gostaria de ter. Se tiver um jardim com um espaço considerável, então a piscina convencional no chão é ideal. Depois tanto pode ser pré-fabricada, em alvenaria, com vinil ou pedrinhas. Se tem pouco espaço, então considere uma piscina elevada em deck de madeira. Este modelo pode ser adaptado a qualquer área ou espaço, inclusivamente a um canto.

Decida qual a melhor localização

Um ponto fundamental: escolha o sítio que apanhe o maior número de horas de sol, pois vai ajudar a climatizar de forma natural a água da piscina. Além disso, seja um espaço pequeno ou grande, escolha a localização que permita a melhor otimização do espaço. Por exemplo, verifique se continua a ter bons acessos, uma área de apanhar sol, uma zona de sombra ou um espaço de refeição.

Não se esqueça de uma zona para relaxar

Quer tenha uma área de lazer de grande ou pequena dimensão, não se pode esquecer deste pormenor: se tem piscina, tem que ter uma zona para relaxar! Coloque espreguiçadeiras, sofás confortáveis, almofadas… depois só precisa de apanhar sol e bronzear!

Espaços com sombra

Um espaço com sombra também não pode ficar esquecido, até porque não convém adormecer ao sol e acabar a parecer uma lagosta. Não fica bonito e nem sequer é saudável! Além disso, diga lá que não sabe bem ler um livro ou beber algo no fresquinho da sombra? As opções são diversas: chapéus-de-sol, pérolas ou toldos. Basta escolher a opção que melhor se adequar ao estilo da sua casa.

Atenção à qualidade!

Por mais que não tenha um orçamento muito elevado, deve ter atenção à qualidade dos materiais, pois poderá acabar a gastar o dobro no futuro. Por exemplo, se fizer uma piscina no chão, tenha muita atenção à tubagem e ao motor que adquirir, pois é suposto que durem muitos anos. Se optar por uma piscina elevada com deck em madeira, talvez não deva optar pelo material mais barato. Se não for de boa qualidade vai desgastar-se rapidamente com a água da piscina ou até mesmo da chuva do inverno.

Escolha um chão apropriado 

Sabe quando a areia da praia aquece demasiado e temos que ir a correr para não queimar os pés? Não quer isso na sua casa, pois não? Então tenha cuidado com o revestimento que colocar no chão em volta da piscina, opte por um material que não aqueça muito. Além disso, também deve ser anti deslizante para que não aconteça nenhum acidente.

Bom acesso

Se já está a pensar em convidar toda a família para vir dar um mergulho, então não se esqueça de criar bons acessos à piscina. Por exemplo, se tiver relva, deverá ter um passadiço para auxiliar a passagem.

Praia em sua casa

Se adora praia, então agora também já pode ter uma no conforto da sua casa. Esta é uma das grandes tendências do momento. As piscinas que simulam a praia, não só são esteticamente interessantes por nos transportarem para esse ambiente, como são bastantes seguras para toda a família. O seu piso é anti deslizante e é ideal para crianças ou pessoas com mobilidade reduzida.

Já conhece as piscinas em microcimento?

Esta é outra das grandes tendências no mundo das piscinas. Trata-se de um revestimento com a aparência de betão, que não fica com gretas, tem bastante elasticidade e impermeabilidade. A sua aplicação é muito fácil e pode ser combinada com pigmentos naturais para dar alguma cor à piscina.

O encanto das piscinas naturais

Se não gosta de sentir o cloro ou sal das piscinas, então tem que conhecer esta tendência: uma piscina natural. São as plantas aquáticas que filtram a água da piscina e a mantém limpa. O melhor? Menos custos de manutenção e muito melhor para a sua saúde. Acabaram-se os problemas de pele ou respiratórios!

Conteúdo produzido em parceria com a Habitissimo.

Todas as imagens são do https://fotos.habitissimo.pt/remodelacoes

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.